Rodrigo Maia vai à AMB conversar com lideranças da magistratura

As propostas legislativas sobre eleições diretas nos tribunais, prerrogativas dos magistrados, questões remuneratórias e Reforma da Previdência foram temas discutidos, nesta segunda-feira (15), em reunião na AMB (Associação dos Magistrados Brasileiros), em Brasília.

Participaram do encontro a presidente interina da AMB e presidente da AMAERJ, Renata Gil; o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ); o deputado federal Hugo Leal (PSD-RJ); e dirigentes da AMB e de associações de juízes estaduais, federais, trabalhistas e militares de todo o país.

Cerca de 30 representantes dos magistrados apresentaram as reivindicações da classe aos parlamentares e explicaram a importância dos projetos que fortalecem o Judiciário. Reeleitos para o próximo mandato, os deputados falaram sobre o processo de transição do Congresso a partir de 2019 e se colocaram à disposição dos juízes para ajudar em relação aos projetos da magistratura. "Não haverá pauta na Câmara que vocês não possam participar da discussão", disse Maia.

"Não haverá surpresa. Vamos assegurar a participação dos magistrados nos debates", afirmou Hugo Leal.

Do encontro participaram dirigentes da AMB, AJUFE (Associação dos Juízes Federais do Brasil), ANAMATRA (Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho) e AMAJUM (Associação dos Magistrados da Justiça Militar da União).

“Esse é um momento muito feliz de união associativa. Estamos irmanados para construir soluções para o Judiciário e a sociedade. É um novo momento também de relação com o Parlamento, com reuniões na Associação para discutir propostas de forma republicana e democrática”, afirmou a presidente interina da AMB, Renata Gil.

Foi a primeira reunião na sede da AMB do presidente da Câmara com os representantes de associações, que elogiaram a atuação da AMB e da presidente interina Renata Gil.

Participaram do encontro Maria Isabel da Silva (vice-presidente Administrativo da AMB); Julianne Marques (vice-presidente de Direitos Humanos e presidente da Asmeto); Edmundo Franca (assessor da presidência); Camila Caldas (presidente da Amatra IX); Andrea Bunn (presidente da Amatra XII); Elayne Cantuária (presidente da Amaap); Elbia Araújo (presidente da Amab); Jussara Schittler (presidente da AMC); Maria Aparecida Gadelha (presidente da AMPB); Vera Deboni (presidente da Ajuris); Janete Pantaleão (vice-presidente da Amages); Fábio Esteves (presidente da Amagis-DF); Herval Sampaio (presidente da Amarn); Ângelo Bianco Vettorazzi (representando a ACM); Wellington Moura (vice-presidente da Amapar); além de representantes da Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (Frentas) nacional e do Rio de Janeiro.


Fonte: AMB