Edmundo Franca de Oliveira participa do CURSO MEDIA TRAINING e é avaliado pela CND COMUNICAÇÃO

Avaliação/Jornalista:

Fala bem. É assertivo e demonstra personalidade e convicção nas ideias. Reconhece a fragilidade do judiciário com muita convicção. Entretanto, deve avaliar os riscos de, como juiz, expor em público opiniões que apesar de estar no imaginário de toda sociedade, não são reconhecidos pelo Poder. Esse tipo de colocação contribui para fragilizar a imagem do Poder.
     Quanto à questão do auxílio-moradia, a CDN defende que seja encontrado um discurso unificado sobre o tema para fortalecer a magistratura. Tem discurso institucional adequado em relação ao episódio Lula/Favreto.
      Antes de qualquer entrevista, recomenda-se definir o que é importante falar naquele momento. Assim, transmite-se com mais intensidade a mensagem que se considera importante, mesmo que o tema não tenha sido abordado diretamente pelo repórter. Recomenda-se a utilização das mensagens-chave da AMB como “porto seguro” no caso de perguntas mais sensíveis.

 

Avaliação/Fonoaudióloga:


• Tom médio/grave; qualidade vocal limpa.
• Ressonância equilibrada. Intensidade vocal média e volume médio com boa projeção vocal.
• Articulação sem alterações, mas com episódios de ininteligibilidade.
• Velocidade de fala média e ritmo de entrevista dinâmico.
• Recursos vocais com características de assertividade, segurança, ênfases, credibilidade; modulação presente e muita naturalidade.
• Postura adequada.
• Gestual presente, emblemático e ilustrativo.
• Fisionomia neutra, tranquila. Bom foco do olhar em relação ao repórter.

 

FONTE: Relatório de Avaliação CDN Comunicação.