SUCESSO NO CICLO DE PALESTRAS JURÍDICAS DO IMB E SINDUSCON EM BRUSQUE

Foi um sucesso o Ciclo de Palestras Jurídicas realizado pelo Instituto dos Magistrados do Brasil-IMB em parceria com o Sindicato da Indústria da Construção e do Mobiliário (Sinduscon), em Brusque (SC), no último dia 31.

Segundo o Presidente do IMB, Desembargador Fábio Dutra, que foi um dos palestrantes, “o evento superou as expectativas”. Ultrapassando a lotação normal das dependências do Hotel Monthez, mais de 120 profissionais do Direito e da Construção Civil compareceram para ouvir as palestras do Des. Sylvio Capanema de Souza, Des. Fábio Dutra e Dra. Anne Caroline Prudêncio.

Promovido pelo IMB SC, por iniciativa do Presidente do IMB na Seção Santa Catarina, Desembargador Carlos Prudêncio, com apoio do IMB nacional e do Sinduscon, o Ciclo de Palestras Jurídicas debateu sobre Multipropriedades, Lei Anticorrupção e Compliance na Construção Civil. Após as apresentações, os palestrantes responderam as perguntas dos convidados.

Os palestrantes foram bastante aplaudidos, sendo que o Diretor Cultural do IMB, Desembargador Sylvio Capanema, recebeu aplausos com o público de pé. O Magistrado discorreu sobre multipropriedade com a sua fluidez e oratória habituais, ressaltando as inovações que advirão da lei que trata da propriedade sob múltiplos aspectos. O Desembargador Capanema apresentou o tema “MP 881 de 30 de abril de 2019, Registro Imobiliário e Multiconstruções”.

No Painel “Compliance na Construção Civil”, o Desembargador Fábio Dutra abordou a Lei Anticorrupção e a Dra. Anne Caroline Prudência, os sistemas de Compliance. Quanto à Lei anticorrupção, o Desembargador Dutra lembrou aos empresários de que vivemos dias em que o respeito à lei tem sido exigido, não sendo admitidas práticas que violem as normas administrativas e civis, além das que se referem aos atos ilícitos, “como temos visto nas últimas imposições de multas e de outras penas aos empresários, às empresas e aos agentes públicos”. O Presidente do IMB afirmou sobre compliance: “é bom destacar que em breve as empresas terão de se ajustar, no que tange à ética e comportamentos concorrenciais no que diz respeito às leis e às normas regulatórias internas e externas”.

Após as palestras, houve jantar com ambiente descontraído e acolhedor conciliando-se com o clima ameno da cidade. Os realizadores ficaram tão satisfeitos que já planejam novo evento para os próximos meses.


FONTE: https://www.imb.org.br/index.asp?pg=noticias.asp&nsx=&hash=4437